Marion Cotillard desmente que causou divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt

A atriz francesa Marion Cotillard (Foto: AFP Photo/Bertrand Langlois)


A atriz francesa Marion Cotillard desmentiu em sua conta no Instagram os boatos de que teve participação no divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt, ao mesmo tempo que confirmou estar grávida do ator e diretor francês Guillaume Canet.

Ao mencionar a "onda [de boatos] sem precedentes" iniciada há 24 horas, a atriz afirma em uma mensagem divulgada na madrugada desta quinta-feira (22) que não tem nada a ver com a situação.

O site de notícias sobre celebridades TMZ anunciou na terça-feira (20) que Angelina Jolie solicitou o divórcio de Brad Pitt após 12 anos de vida em comum, incluindo os dois últimos em matrimônio.

A partir deste momento começaram os rumores. Uma fonte citada pelo jornal "New York Post" afirmou que, durante as filmagens do longa-metragem "Allied", Brad Pitt flertou com a atriz francesa.

"Não tenho o hábito de comentar ou levar a sério a quantidade de coisas absurdas que falam sobre mim", escreveu a atriz, que disse ter decidido se manifestar porque a situação afeta "pessoas que amo".

A atriz francesa aproveitou para confirmar que espera um segundo filho do ator e diretor Guillaume Canet: "Para começar, conheci há alguns anos o homem da minha vida, pai de nosso filho e do bebê que hoje esperamos".

A atriz conclui a mensagem com o desejo de que "Angelina e Brad (...) encontrem paz neste momento tumultuado".

Fonte: G1